Central de Atendimento e Televendas: (31) 3284-3284 | (31) 3274-3340 | (31) 3293-8233 (31) 98206-4105


Fidelidade Partidária no Brasil Código: 9788538405290

  • Adriano Aro
DEL REY
FracoRegularBomÓtimoExcelente Sem avaliação
à vista no boleto bancário

Este produto será entregue por um de nossos parceiros

Produto Disponível: Previsão de Postagem em até 1 dia útil + tempo de transporte (conforme frete escolhido), após a confirmação do pagamento.
Avalie o produto:
Excelente

Características do Produto

Autor(es)
  • Adriano Aro
ISBN9788538405290
Numero de Páginas150
Numero de Edição1
Ano de Edição2018
EditoraDEL REY
Ano de Publicação2018
EncadernaçãoBrochura
OrigemNacional

Sinopse

Em boa hora, a Editora Del Rey nos brinda com a publicação da obra “Fidelidade Partidária no Brasil”.

A obra que ora se edita contribui, e muito, para o debate deste importante instituto de nosso direito eleitoral. Em sua holística apreciação do tema, o Dr. Adriano Aro avalia a legislação, extremamente mutável, a doutrina, nacional e estrangeira, e a copiosa jurisprudência dos nossos tribunais superiores.

Tenho plena certeza de que se trata de obra que valoriza o assunto, sendo muito recomendável a sua leitura por todos que militam no mundo dos partidos políticos, de diversas formações profissionais e acadêmicas. Estão de parabéns o autor, que já se dedica profissionalmente a este segmento, e a Editora por trazerem a lume tão importante contribuição.

Antonio Anastasia


A presente obra sintetiza, de maneira clara, dois importantes conceitos para o entendimento da matéria: fidelidade e representação. Deve o mandatário ser prioritariamente fiel ao eleitor ou à agremiação partidária da qual faz parte? De outro lado, representa ele, precipuamente, a vontade soberana do povo ou a legenda em si, obedecendo-se os valores e princípios estabelecidos estatutariamente?

Num momento histórico marcado pela existência de dezenas e dezenas de partidos políticos e, ainda, pela relativização de importantes princípios pelo Poder Judiciário, suscita-nos a análise acerca da insatisfação popular no tocante aos seus representantes eleitos: será ela fruto da incapacidade dos mandatários ou decorrente da própria modulação do sistema eleitoral que, com o passar dos anos, parece perder a sua essência?

Essa inquietante ponderação, trabalhada pelo autor, reconhecido advogado e acadêmico eleitoralista, leva-nos à importante reflexão a respeito do futuro do Estado Democrático de Direito do Brasil, em todas as suas nuances. 


Castellar Modesto Guimarães Neto



Sobre o Autor

Adriano Aro

Graduação em Direito pela Faculdade Milton Campos
Pós-graduação latu sensu pelo CAD (Centro de Atualização em Direito)
Mestrado pela PUCMINAS
Advogado eleitoralista e conselheiro seccional da Ordem dos Advogados do Brasil, seção de Minas Gerais
Minha Conta